Participei da peça Habitantes D’Ela fazendo as projeções ao vivo e video mapping durante as apresentações que aconteceram na Casa Cultural Tony Petzhold (de 9 de abril a 1 de maio) e no Instituto Ling (20, 21, 27 e 28 de maio).

Foi um prazer trabalhar com essa equipe talentosa.

Quero deixar um agradecimento especial aos hermanos Leandro Schirmer e Maurício Canterle por darem aquela força ao longo do processo.

habitantes-post[#02de04]

habitantes_flyer_Tony

13267881_1081709185234363_9172998201177740241_n

Assombrada pela ideia de que um implante teria sido feito em seu corpo para monitorá-la, uma mulher se investiga. Desdobrada em outras vozes suas, esta mulher deriva numa polifonia em que se bifurcam e enredam múltiplos destinos para uma aparente paranoia.

O projeto, uma longa pesquisa inspirada numa história real, uniu criação dramatúrgica ao trabalho cênico-corporal, contando com pesquisa de campo com pessoas com esquizofrenia, que, através de atividades e entrevistas, emprestaram ao trabalho muito de sua humanidade.

O espetáculo se vale das linguagens do teatro e da dança, além de contar com a tecnologia de video mapping, um recurso de projeção de vídeo que leva a cena e os expectadores desde a realidade presente da sala de apresentação até o mergulho nos mundos internos da personagem.

A peça tem financiamento da Funarte, Prêmio Myriam Muniz de Montagem Cênica 2014.

Dramaturgia: Maria Luíza Madureira
Direção e atuação: Renata de Lélis
Codireção: Júlia Rodrigues
Direção de movimento: Eduardo Severino
Cenário: Zoé Degani
Trilha sonora original e Desenho de som: Caio Amon
Figurino: Antonio Rabadan
Desenho de Luz: Edu Rabin
Desenvolvimento em vídeo mapping e projeção ao vivo: Fernando Krum
Conceito visual e Projeções: Daniel P. Teixeira e Lucas Rachewsky
Assessoria de Imprensa: Creuza Barreto
Designer visual: André Varela
Voz off: Heitor Schmidt
Execução de figurino: Márcia Gorski
Criação de maquiagem: Juliane Senna
Direção de produção: Renata de Lélis
Produção Executiva: Daniel Gabardo

— with Heitor Schmidt, Fernando Krum, Antonio Rabadan,Eduardo Severino, André Varela, Júlia Rodrigues,Christian Jung, Zoé Degani, Marcia Gorski, Daniel Gabardo, Daniel P. Teixeira, Lucas Rachewsky and Juliane Senna.

Updated: January 26, 2017

O Caio Amon, ganhou Prêmio Açorianos de Teatro de melhor trilha sonora!